-

Viagem segura é livre do assédio. Aprenda como identificar e combatê-lo.

Em qualquer viagem, segurança e conforto são os principais requisitos. É por isso que o combate ao assédio é uma prioridade para a wemobi. Mais do que oferecer ótimas condições e praticidade em viagens pelo Brasil, queremos também garantir que todas as nossas passageiras se sintam seguras.
Para isso acontecer, as estatísticas precisam ser revertidas.

Segundo uma pesquisa de 2018 dos institutos Patricia Galvão e Locomotiva, 97% das mulheres brasileiras já relataram ter sofrido algum tipo de assédio em transporte público ou privado. Um número elevado que escancara a urgência do tema.

Levando o nosso discurso para a prática, decidimos enfrentar esse problema criando um novo canal de atendimento: o weHelp.

 

Viaje sem medo, seja qual for o seu destino

 
O weHelp é uma opção segura e rápida para solicitar ajuda em casos de assédio nos nossos ônibus. Você comunica a importunação no nosso canal direto e medidas são imediatamente tomadas.
 
Pioneira entre as empresas de transporte rodoviário a criar um canal direto e exclusivo para relatar situações de assédio, a wemobi quer tornar a viagem de seus passageiros cada vez mais segura, coibindo esse tipo de situação.
 
Mas antes de fazer a denúncia, há outro passo muito importante a ser considerado: a identificação do assédio.

 

Você sabe identificar uma situação de assédio?

Estabelecido no Código Penal no artigo 216-A, o assédio sexual é o crime realizado no ato de “constrager alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual”, com pena prevista de detenção de um a dois anos.
Alguns tipos comuns de assédio são:

- ofender ou fazer elogios inoportunos         
- realizar gestos ofensivos      
- tocar sem consentimento
- forçar beijo     
- segurar ou apalpar     
- impedir saída
 
Atos como colocar a mão por dentro da roupa são consideros crime de estupro, que pode ser configurado mesmo sem penetração.

 

O que você pode fazer

 

- Acione o Canal weHelp e relate o ocorrido;

- Não tenha vergonha: peça ajuda para quem estiver próximo;

- Se possível, filme com o seu celular para obter provas;

- Ligue imediatamente para a Polícia. Caso não for registrada a denúncia, você ainda pode acionar a Ouvidoria, Corregedoria ou Ministério Público local;

- Números para contato: 190 (Polícia Militar) e 180 (Disque-Mulher).

Viagem segura é livre de assédio.

Conte com a wemobi e faça sua parte: denuncie.
Saiba mais sobre o weHelp em
www.wemobi.me/informacao-de-viagem/wehelp

 

Gostou das nossas dicas? Fique ligado em nossos conteúdos e conte com a gente para conhecer novos lugares com segurança.